Organograma empresarial

Um organograma empresarial é a representação gráfica clara e simples de como uma empresa ou organização está estruturada.

Organograma empresarial

Fundamentalmente, o organograma define a estrutura formal que uma empresa possui. Esta representação gráfica é para fins informativos. Pois, apenas olhando para o organograma, você pode entender o sistema de autoridade, os níveis hierárquicos e a relação entre eles.

Além disso, é chamado de organograma ou organograma. Uma vez que cada organograma descreve as linhas de autoridade e responsabilidade. Da mesma forma, define os canais de comunicação e supervisão que se estabelecem entre os diferentes níveis.

Para que serve o organograma?

É importante mencionar que o organograma é um instrumento amplamente utilizado nas empresas, pois detalha informações muito importantes para qualquer organização. Por isso, é necessário que na hora de elaborar seja fácil de entender e usar. Além disso, deve conter apenas elementos essenciais para um melhor entendimento.

Um organograma informa sobre:

  • A forma como as funções são divididas.
  • Os níveis da estrutura hierárquica.
  • As diferentes linhas de autoridade e responsabilidade.
  • Canais de comunicação formais.
  • A estrutura linear e o pessoal dos diferentes departamentos.
  • Os gestores responsáveis ​​por cada grupo de funcionários.
  • As relações entre os diferentes cargos da empresa e os departamentos.

Geralmente, para representar a estrutura linear e da equipe, cores diferentes podem ser usadas. Já para a representação de linhas de comunicação, podem ser utilizadas linhas de diferentes espessuras. No entanto, o que é mais comumente usado são linhas sólidas para identificar autoridade linear e linhas pontilhadas para a linha da equipe.

Vantagens de usar o organograma

Entre as principais vantagens da utilização do organograma podemos citar:

1. É fácil de entender

Na verdade, um organograma é fácil de entender, você não precisa de uma longa explicação para entendê-lo. Pois permite observar facilmente a estrutura geral e as relações de trabalho dentro da empresa. Que não precisa de uma descrição longa.

2. Determine quem depende de quem.

Da mesma forma, este gráfico mostra de forma particular a estrutura de cada empresa, o que permite identificar seus pontos fortes e fracos. Ele informa a quem o observa sobre as relações de trabalho da organização e as mudanças ocorridas. Tudo isso ajuda os princípios da organização a funcionarem com eficiência.

Além disso, mostra aos novos gerentes e funcionários em geral como eles se encaixam e se integram na organização.

Desvantagens de usar o organograma

As desvantagens que podemos encontrar ao usar o organograma são:

1. Não reflete relacionamentos informais

Obviamente, o organograma indica apenas relacionamentos formais de autoridade, mas não informa sobre relacionamentos informais. O que é uma limitação, porque relacionamentos informais podem oferecer informações significativas.

2. Se se tornar complexo, perde utilidade

Da mesma forma, não reflete os graus de autoridade entre os vários níveis. Se linhas que indicam autoridade informal e relações de comunicação são usadas, torna-se complexo. Ao se tornar complexo, ele perde sua utilidade.

3. Pode se tornar obsoleto

Claro, o organograma descreve como a organização deve ser, mas pode não refletir como a organização é na realidade. As organizações mudam e se o organograma não for atualizado, ele se tornará obsoleto.

Quadro organizacional de negócios 1
Organograma empresarial
Vantagens e desvantagens

Aulas de organogramas empresariais

Os organogramas podem ser de vários tipos, entre os mais utilizados encontramos:

1. Vertical

Primeiro, encontramos o organograma vertical. O organograma vertical é representado como uma estrutura hierárquica ou piramidal. A estrutura do negócio é representada de cima para baixo. O chefe está no topo e tem a autoridade máxima. Essa autoridade está subordinada aos níveis inferiores.

Além disso, é caracterizado por ser uma estrutura rígida de autoridade e responsabilidade. É o organograma mais utilizado porque é simples e se adapta a qualquer tipo e dimensão de organização.

2. Horizontal

Em segundo lugar está o organograma horizontal. O fluxograma horizontal é executado da esquerda para a direita. Nesse caso, a pessoa com autoridade e hierarquia mais alta deve aparecer à esquerda. Os próximos níveis de hierarquia se desdobram para o lado direito.

É claro que, nessa forma de estrutura, a comunicação e o relacionamento ocorrem na horizontal. Portanto, os links e linhas de comunicação também são horizontais. Incentive o diálogo e a participação.

3. Circular

Terceiro, existe o organograma circular. O organograma circular é formado por um círculo central que representa a autoridade e a mais alta hierarquia. Em seguida, círculos concêntricos são gerados e cada um representa um nível inferior de autoridade. Nestes círculos são colocados os chefes imediatos com seus respectivos canais de autoridade e responsabilidade.

4. Misto

Finalmente, o organograma misto é uma mistura do organograma vertical, horizontal e circular. As empresas o usam quando suas relações de autoridade e responsabilidade são muito complexas. São muito utilizados por empresas de muito grande porte e por isso possuem muitos departamentos e muitos funcionários. O que se busca é a otimização do espaço de trabalho e que seja compreensível.

Quadro de Organização Empresarial 2
Organograma empresarial
Classes de organograma

Para concluir, pode-se dizer que o organograma é um instrumento gráfico amplamente utilizado pelas empresas. Uma vez que permite representar graficamente a estrutura da organização, indicando as respectivas linhas de autoridade e responsabilidade. Acima de tudo, ele mostra a estrutura hierárquica da empresa de uma forma simples e de fácil compreensão para quem a vê.