Muito

Um lote é uma forma de agrupamento de ativos ou instrumentos financeiros e valores mobiliários equivalente, na maioria dos casos, a cem unidades deles. Muitas vezes permite sua possibilidade de transferência nos mercados.

Muito

O conceito de lote é frequentemente usado na teoria financeira como um modelo para agrupar ações, opções, moedas e muitos outros instrumentos financeiros comumente usados ​​nos mercados.

Nesse sentido, pode-se definir que os lotes atuam como unidades de medida que representam volumes importantes de ativos financeiros agrupados.

A contabilidade padrão e mais difundida na esfera econômico-financeira é a equivalência de um lote para cada cem títulos. É o caso, por exemplo, do dia-a-dia do mercado de ações, onde muitas ações de uma empresa de energia seriam identificadas com 100 ações da mesma.

No caso do mercado de câmbio ou FOREX, o número de unidades por lote costuma ser maior. Esse nível está em torno de 100.000 unidades da moeda base em que opera.

Apresentação de muito na área financeira

Atendendo à habitual actividade das bolsas de valores, os lotes transferidos entre os diferentes agentes económicos e financeiros assumem diferentes formas:

  • Lote completo ou redondo : quando a venda afeta um agrupamento de 100 unidades exatas. Além disso, no caso das ações, como alíquotas de uma sociedade comercial, todas têm a mesma natureza e valor dentro do referido conglomerado. Esse não seria o caso das opções, que podem diferir em elementos como suas datas de vencimento ou seu preço.
  • Lote Incompleto : Denominação frequente em transações que envolvem transferência inferior a cem unidades.

A colocação no mercado de novos lotes é recorrente em ações como aumentos de capital, por exemplo.

Avaliação de lotes

É comum que as bolsas de valores sejam realizadas em conjunto nas bolsas de valores. Em outras palavras, raramente uma ação de uma empresa é comprada ou vendida como uma unidade.

Isso ocorre porque muitas vezes o valor unitário desse tipo de elemento é pequeno, por isso ele é agrupado de forma que adquira um valor determinado ou significativo.

Por outro lado, o mais frequente é que o valor real dos lotes de ativos financeiros seja rigidamente regulado por instituições como a Bolsa de Valores ou outras instituições regulatórias e de arbitragem financeira.

Nesse sentido, às vezes os regulamentos estabelecem certos níveis de lotes mínimos por lei. Ou seja, o número mínimo de ações necessárias para adquirir para entrar em um determinado mercado.

Na prática, o mercado regulado estabelece um lote de ações de uma empresa de tecnologia avaliada em $ 100. Formalmente, traduz-se em 100 ações de 1 euro cada e apenas disponíveis na compra da totalidade do lote pelo valor acima referido.

Portanto, para abrir uma posição é necessário comprar o lote inteiro e levando em consideração o valor fixo.