John Von Neumann

John Von Neumann

John Von Neumann foi um matemático e engenheiro versátil que trabalhou em diversas disciplinas. Ele nasceu em Budapeste e sua vida coincidiu com a primeira metade do século XX.

Sua origem judaica o marcou. Na verdade, ele abandonou sua carreira na Alemanha com a chegada do Nacional-Socialismo ao poder para seguir sua carreira intelectual nos Estados Unidos. Lá ele desenvolveria uma carreira profissional e acadêmica de sucesso, interrompida com sua morte prematura, aos 57 anos.

Uma vida entre dois continentes

John von Neumann nasceu em 28 de dezembro de 1903 em Budapeste (Hungria), então parte do Império Austro-Húngaro. Seu nome original era Janos, em homenagem à origem judaica de sua família. O prefixo Von – que em alemão se refere à posse de um título de nobreza – foi acrescentado em 1913. Naquele ano, o imperador Franz Joseph nomeou seu pai, diretor de um dos principais bancos húngaros, cavaleiro por méritos econômicos.

John demonstrou grandes dons e habilidades desde tenra idade. Com apenas seis anos de idade, começou a estudar diversos idiomas e a mostrar uma curiosidade incomum pela história. A partir dos dez anos, ele também começou a se destacar em matemática. Na verdade, ele foi um aluno destacado do Colégio Luterano, onde se formou.

Em 1919, terminou a Primeira Guerra Mundial, com a derrota e desintegração do Império. Isso marcou o nascimento da Hungria como um estado soberano e o triunfo, por alguns meses, de uma revolução comunista que tentou emular a Revolução Russa. Nesse contexto, a família saiu do país e foi para a Áustria. Eles não voltariam até dois anos depois, em 1921.

John demonstrou sua capacidade intelectual estudando em duas universidades ao mesmo tempo. Por um lado, estudou matemática na Universidade de Budapeste, disciplina na qual se doutorou em 1926. Por outro, formou-se, em 1925, em Engenharia Química pela Escola Politécnica Federal de Zurique, na Suíça.

Von Neumann em Göttingen e a influência de Hilbert

Em 1925, von Neumann mudou-se para Göttingen, um dos centros nervosos do estudo da matemática. Lá trabalhou os fundamentos da matemática e da mecânica quântica, sob a supervisão de Hilbert, até 1927. Nesse ambiente, desenvolveu o trabalho que o estabeleceria como um dos maiores matemáticos de todos os tempos. Como seu professor Hilbert, ele queria alcançar uma teoria "metamatemática" capaz de demonstrar a coerência de qualquer sistema formal.

Nesta fase, ele também foi um autor prolífico de artigos sobre física subnuclear. Ao mesmo tempo, uma das suas ideias fundamentais começou a ganhar forma com um artigo que apresentou em 1927 na revista "Mathematische Annalen" . Essa ideia era a teoria dos jogos

O salto para os Estados Unidos

Em 1929, o ano da queda, ele se casou com Marietta Kovesi, mas não antes de se converter à fé católica. O casamento não duraria muito, pois em 1937 eles se divorciaram. Pouco depois, em 1930, foi convidado para Princeton, onde permaneceu até 1933. Apesar de sua sólida formação e amplo conhecimento, não se destacou por suas habilidades pedagógicas. Seu raciocínio rápido colocou muitos de seus alunos em problemas, que não eram capazes de segui-lo. No entanto, com a inauguração do Instituto de Estudos Avançados, von Neumann tornou-se um de seus primeiros professores.

Com a chegada do Nacional-Socialismo ao poder, ele decidiu se desassociar totalmente de sua posição acadêmica na Alemanha. Desde então, concentrou sua carreira profissional nos Estados Unidos, o que conquistou ocupando uma cátedra em Princeton até o fim de sua vida.

Uma época de esplendor interrompida pela doença

Ao longo das décadas de 40 e 50, seu prestígio foi crescendo. Com isso, conquistou posições importantes em diversos campos. Em 1940 foi membro do Comitê de Aconselhamento Científico do Aberdeen Ballistics Research Laboratory, Md. Pouco depois, foi consultor do Los Alamos Scientific Laboratory, onde participou do "Projeto Manhattan" com Enrico Fermi. Um novo modelo de computador assumiu, o EDVAC (Electronic Discrete Variable Computer). No final da Segunda Guerra Mundial, ele colaborou na criação da calculadora EDVAC e em outros desenvolvimentos na tecnologia da computação.

Diante de tal demonstração de habilidades, combinada com sua aversão ao comunismo, o governo dos Estados Unidos o nomeou membro do Comitê de Consultores Científicos da Aviação, da Comissão de Energia Atômica (AEC) e conselheiro da CIA.

Porém, no auge da fama e com apenas 53 anos, em 28 de dezembro de 1957, morreu aquele judeu que havia fugido da Europa totalitária. A causa, um câncer ósseo que ele não conseguiu superar.

John Von Neumann: contribuições teóricas e práticas

Ao longo de sua vida não tão longa, Von Neumann fez inúmeras contribuições teóricas e práticas para vários campos, da lógica à mecânica quântica, passando pelas ciências militares e, claro, economia. E ele teve uma influência mais do que notável no poder político americano.

Ele desenvolveu a estratégia de destruição mutuamente assegurada, como um conjunto de estratégias destinadas a evitar a destruição pela guerra nuclear. Na lógica, uma de suas ideias principais era a definição do número ordinal. Na política, definiu-se como "violentamente anticomunista e muito mais militarista do que o normal", o que o levou a trabalhar e teorizar sobre diversos aspectos da Guerra Fria.

Teoria do jogo

Uma de suas contribuições mais interessantes foi feita precisamente no palco mais prestigioso. O que é conhecido como teoria dos jogos é uma área da matemática aplicada que usa modelos para estudar interações em estruturas de incentivo formalizadas (ou jogos).

Nasceu como uma ferramenta dentro da ciência econômica, para explicar como o ser humano se comporta na tomada de decisões. No entanto, é usado em muitas outras ciências e disciplinas: biologia, sociologia, psicologia, filosofia e ciência da computação.

O nome teoria dos jogos vem do livro "Game Theory and Economic Behavior", publicado no início dos anos 1940 por John von Neumann e Oskar Morgenstern. O objetivo foi definir em termos matemáticos como os indivíduos se comportam quando se encontram em uma situação que pode levar a compartilhar ou ganhar algo. Portanto, a teoria é aplicada a um número infinito de cenários mais ou menos complexos, desde um jogo de xadrez até como um mercado é regulado para as trocas econômicas.