governo corporativo

Governança corporativa é um conjunto de regras, sistemas, processos e práticas que se aplicam para controlar e dirigir a operação de uma empresa.

governo corporativo

Para começar, na governança corporativa, uma série de regulamentações devem ser estabelecidas. Esses regulamentos ordenam principalmente as relações que se estabelecem entre a alta administração, o conselho de administração e os acionistas de uma empresa. Além disso, regulam as relações entre a empresa e os grupos de interesse que apoiam o funcionamento da organização.

Mais importante ainda, os padrões de governança corporativa ajudam a fortalecer a posição ética da empresa e a aplicar as melhores práticas corporativas.

Estrutura de governança corporativa

A estrutura de governança corporativa pode variar de uma empresa para outra, em geral está estruturada da seguinte forma:

Assembleia de investidores

Acima de tudo, a assembleia geral é composta por pessoas ou entidades que têm seu capital investido na empresa. Por isso, analisam e avaliam o retorno e os riscos dos investimentos realizados pela empresa.

Em outras palavras, a assembleia geral é o órgão máximo no controle e decisão dos investimentos. Visto que seu principal objetivo é proteger os interesses dos acionistas.

Conselho de Administração ou Conselho de Administração

Por sua vez, o conselho de administração é composto pelos proprietários, investidores e administradores externos da empresa. Sua principal função é determinar as estratégias a serem seguidas. Além disso, é responsável por supervisionar as ações do grupo gestor da organização para o alcance dos objetivos propostos.

Ressalta-se que, para atingir os objetivos, recomenda-se contar com comitês. Como um comitê de finanças, um comitê de avaliação e compensação, um comitê de auditoria e um comitê de planejamento estratégico. O comitê de auditoria deve ter um auditor interno e um externo.

Acima de tudo, o conselho de administração deve apresentar um relatório anual à assembleia geral e deve detalhar os trabalhos desenvolvidos pelas comissões ou órgãos intermediários da sociedade.

Administração geral ou alta administração

Da mesma forma, a direção geral é responsável pela execução de tarefas administrativas e é responsável pela correta aplicação do sistema de controle interno da empresa. É formado por um grupo de gestão, ou seja, pessoas que ocupam os cargos mais altos de uma empresa. Podem ser cargos como presidente e vice-presidente, gerente e gerente assistente, diretores e diretores adjuntos.

Em última instância, são os responsáveis ​​pela direção geral de toda a empresa ou dos departamentos ou subdivisões que a integram. Por isso, devem estabelecer os objetivos da organização, promover uma comunicação eficaz, motivar os trabalhadores e fomentar uma cultura empresarial.

Estrutura de governança corporativa
governo corporativo
estrutura

Quais são os stakeholders de uma empresa

Clientes, fornecedores, credores e qualquer outro grupo que ajude a empresa a ter um desempenho eficiente são geralmente considerados grupos de interesse de uma empresa.

Já o apoio desses grupos é fundamental para o alcance da sustentabilidade da empresa no longo prazo. A governança corporativa regula essas relações entre a empresa e as partes interessadas, de forma que um benefício adequado seja alcançado tanto para a empresa quanto para as partes interessadas.

Princípios de governança corporativa

Os princípios básicos nos quais se baseia a governança corporativa são:

1. Responsabilidade

Obviamente, a governança corporativa permite que todos os acionistas e as responsabilidades que cada um assume sejam claramente identificados. O que faz com que toda a estrutura empresarial em geral trabalhe com maior grau de responsabilidade.

2. Independência

Além disso, a governança corporativa garante que as decisões e ações tomadas por cada membro da organização sejam conduzidas de forma imparcial, objetiva e totalmente independente da opinião ou julgamento de qualquer outro membro do conselho. O que faz com que as ações e decisões não sejam afetadas pelos processos de corrupção.

3. Transparência

Geralmente, a forma como a governança corporativa opera exige que seus membros elaborem e apresentem seus relatórios em tempo hábil e com dados precisos que reflitam a real situação da empresa. Sobretudo no que se refere à informação financeira, pois os gestores são responsáveis ​​por informar os acionistas sobre como os recursos da empresa estão sendo utilizados e onde estão sendo obtidos.

4. Igualdade

É razoável entender que a governança corporativa incentiva e promove direitos iguais para cada um dos acionistas que arriscam seu capital dentro da empresa. Esses direitos estão associados ao fato de que cada acionista deve ser informado do que acontece no dia-a-dia da empresa.

Princípios de governança corporativa
governo corporativo
começo

Que benefícios são obtidos com a aplicação da governança corporativa

Os benefícios obtidos pela aplicação de boas práticas de governança corporativa são:

  • Promove a confiança entre os investidores ou acionistas : Porque o risco de os administradores ou sócios majoritários agirem de forma inadequada é reduzido. Tanto em situações ordinárias como extraordinárias no desempenho da empresa.
  • O relacionamento de todos os investidores é aprimorado : Desde que haja informações oportunas e suficientes para conhecer a situação da empresa.
  • Fortalece o processo de tomada de decisão e controle da empresa : Isso torna a empresa mais produtiva e competitiva.

Por fim, podemos dizer que toda empresa pode se beneficiar com o uso da governança corporativa, pois ajuda a empresa a funcionar melhor e que a tomada de decisões seja realizada de forma mais ágil e adequada. Além disso, permite que o processo administrativo seja realizado de forma mais eficaz.