Diferença entre oferta e demanda

Os economistas costumam falar constantemente sobre oferta e demanda. Esses conceitos são repetidos ad nauseam em qualquer disciplina relacionada à economia, mas será que sabemos a diferença entre oferta e demanda?

Diferença entre oferta e demanda

Na Economipedia, por ser um portal voltado para a transmissão de conhecimento econômico, não poderíamos ficar sem a apresentação de um artigo voltado para a diferença entre esses dois conceitos conhecidos. Dois conceitos que sempre andam de mãos dadas, e até cunham uma teoria, mas não são os mesmos.

Portanto, este artigo oferece uma visão geral da oferta, bem como uma visão da demanda. Além disso, revisaremos brevemente a lei da oferta, a lei da demanda, os fatores que afetam ambos os conceitos, bem como a curva pela qual as duas magnitudes são representadas.

Tudo isso dito, vamos lá!

A oferta

A oferta é a quantidade de bens e serviços que os licitantes estão dispostos a colocar à venda no mercado a preços específicos. Ou seja, a quantidade de produtos e serviços disponíveis em um determinado mercado.

Mais simplesmente, a oferta é a quantidade de bens e serviços que várias organizações, instituições, pessoas ou empresas estão dispostas a colocar à venda. Isso, em um determinado mercado (uma cidade, uma região, um continente …) e a um determinado preço, seja pelo interesse do licitante, seja pela pura determinação da economia.

Portanto, estamos a falar dos produtos que se encontram à venda num determinado mercado, que pode ser o espanhol ou colombiano, o mercado informático ou automóvel, ou o mercado grossista ou retalhista.

Que fatores influenciam a oferta?

Portanto, devemos saber que esses produtos disponíveis são motivados por uma série de fatores. Dependendo disso, haverá uma oferta maior ou menor.

Esses fatores incluem o seguinte:

  • Custo de produção : Maiores custos de produção reduzem o fornecimento.
  • Tecnologia : A obsolescência tecnológica pode diminuir nossa produção, da mesma forma que a inovação pode aumentar a produção por meio de aumentos na produtividade.
  • Expectativas : Dependendo das expectativas, uma empresa produzirá mais ou menos, dependendo do que espera vender.
  • Estrutura institucional : a legislação ou as políticas econômicas aplicadas também afetam a oferta. Uma lei, de fato, poderia reduzir a oferta disponível em questão de horas.

A lei da oferta

Como definimos na Economipedia, a lei da oferta reflete a relação entre a quantidade de um bem no mercado e seu preço de venda nele.

Mais especificamente, essa lei determina a quantidade de um determinado bem ou serviço que é oferecido pelos produtores levando em consideração sua taxa. Normalmente a relação entre essa quantidade e a variável de preço será direta ou positiva, contrariando a lei da demanda.

Curva de oferta

A curva de oferta é uma representação gráfica da relação entre a quantidade de bem que os produtores estão dispostos a oferecer e seu preço no mercado.

Aqui podemos ver um:

Curva de abastecimento

A demanda

A demanda é o pedido para adquirir algo. Em economia, demanda é a quantidade total de um bem ou serviço que as pessoas desejam adquirir. Em outras palavras, a quantidade de produtos e serviços que você deseja comprar em um determinado mercado.

Para ir mais direto ao ponto, demanda é a intenção de compra dos diferentes agentes econômicos que se encontram em uma determinada economia, e isso em um determinado mercado.

Assim, e como no caso da oferta, um mercado que pode ser o mercado polaco ou belga, ou o mercado dos televisores e computadores.

Que fatores influenciam a demanda?

Assim como acontece com a oferta, devemos saber que a demanda também é determinada por uma série de fatores. Dependendo disso, haverá uma demanda maior ou menor.

Esses fatores incluem o seguinte:

  • Preço: quanto mais alto o preço, menor é a demanda.
  • Oferta: quanto menor for a oferta e quanto maior for a procura, maior será o preço. Quanto maior a oferta e menor a demanda, menor o preço.
  • Local: Há sempre um custo de transporte atribuível ao preço de venda desse produto e que é diretamente proporcional à forma ou meio de transporte utilizado. Por exemplo, é mais barato transportar produtos embalados em caixas do que transportar peixes congelados no mar, onde os custos são altos.
  • Capacidade de pagamento do requerente: quanto maior for a capacidade de pagamento ou poder de compra, maior será a procura.
  • Desejos e necessidades: básicos e secundários. Vamos imaginar que temos uma necessidade urgente de comprar um produto em uma área geográfica onde ele não é comercializado. Nós, como requerentes, ofereceremos um preço mais alto por ele.

A lei da demanda

A lei da demanda reflete a relação entre a demanda por um bem no mercado e a quantidade ofertada com base no preço estabelecido.

O seu estudo permite deduzir facilmente as quantidades de produtos acessíveis aos consumidores num mercado a diferentes níveis de preços.

Normalmente, essa relação entre preço e quantidade é inversamente proporcional.

Curva de demanda

A curva de demanda é a representação gráfica da relação entre o preço de um determinado bem ou serviço e a quantidade de demanda motivada pelos consumidores.

A curva de demanda é muito útil para estudar o efeito dos preços. É representado a partir de um gráfico onde é coletada a relação entre o nível de demanda e os preços, sendo esta decrescente devido à relação inversa.

Aqui podemos ver uma curva de demanda:

Curva de demanda