Custo de produção

O custo de produção (ou custo de operação) é a despesa necessária para fabricar um bem ou para gerar um serviço.

Custo de produção

Dessa forma, o custo de produção está relacionado a essas despesas necessárias, deixando de fora outras, como as financeiras. Geralmente inclui matérias-primas e suprimentos, mão de obra direta e indireta e outros custos de gerenciamento, como depreciação, aluguel ou despesas de consultoria.

Elementos de custo de produção

Como mencionamos, existem três elementos-chave no custo de produção. Explicamos cada um deles abaixo:

  • Um deles são as matérias-primas e suprimentos. Os primeiros são aqueles materiais que se transformam no processo de produção. Um exemplo seria farinha e sal no pão. Os segundos são aqueles que não são transformados, mas são necessários, como as sacolas em que algumas mercadorias são vendidas.
  • O segundo, tão importante quanto o primeiro, é o trabalho. Nesse caso, inclui-se apenas a mão de obra direta, ou seja, aquela envolvida no processo produtivo, por exemplo, os empregados que atuam na cadeia produtiva.
  • O terceiro são os outros custos indiretos de produção. Aqui incluímos o trabalho indireto, que é o que, mesmo que não esteja envolvido no processo, é necessário. Por exemplo, a equipe do departamento de administração. Devemos também adicionar o resto das despesas necessárias, como amortizações, aluguéis ou impostos.

Como calcular o custo de produção

A forma de cálculo depende de qual dos três aspectos de custo nos interessa. Vamos ver cada um deles:

  • Para matérias-primas e suprimentos, todas as despesas necessárias devem ser incluídas. Podem ser transporte, seguro, alfândega, impostos não dedutíveis e assim por diante. Para o cálculo é conveniente saber o custo por unidade produzida.
  • Para mão de obra, o salário bruto e outros custos sociais devem ser incluídos. Por exemplo, as contribuições que a empresa paga à segurança social para desemprego, formação ou pensões. Para o cálculo é conveniente saber o custo por hora.
  • Por fim, em relação aos custos indiretos, que devem incluir os demais. Nesse caso, devemos incluir todos menos os financeiros.

Exemplo de custo de produção

Vamos imaginar uma empresa que, por simplicidade, fabrique um único produto. A matéria-prima necessária para cada unidade fabricada também é uma unidade. A aquisição é calculada pelo seu valor total. Para mão de obra direta, consideramos uma produção de 5 unidades para cada hora de trabalho. O indireto são os salários da administração. Finalmente, 1500 unidades são produzidas. a 30 unidades monetárias (mu) cada.

Custo de Produção 1

Os custos unitários são calculados dividindo o total pelas unidades produzidas. Depois de ter todos eles, nós os somamos e calculamos o custo total de produção da unidade. A diferença entre o preço de venda e este custo é a margem bruta da unidade ou lucro. Multiplicar pela produção dá o lucro bruto da empresa. Após o cálculo do resultado financeiro, obtemos o lucro líquido, que não incluímos no exemplo.