Administração

Administração é o processo que busca por meio do planejamento, organização, execução e controle dos recursos dar-lhes uma utilização mais eficiente para atingir os objetivos de uma instituição

Administração

Na verdade, para que a administração atinja seus objetivos, ela deve fazer uso dos recursos humanos, intelectuais, materiais, tecnológicos e financeiros que possui de forma coordenada. Esta, buscando estabilidade, manutenção e crescimento de grupos sociais ou instituições. A pessoa chave na administração é o administrador.

Nesse sentido, a tarefa da administração supõe atingir os objetivos trabalhando na subordinação de outrem, por isso é necessária uma relação hierárquica onde um trabalha sob o comando de outro.

A administração pode ser aplicada em instituições formais e informais, instituições formais são aquelas que são regidas por normas e leis que são redigidas para que possam funcionar como o caso de um Estado ou de uma empresa.

Da mesma forma, as instituições informais têm normas, mas não são escritas, como é o caso de uma família onde a administração também pode ser aplicada, pois os recursos ainda devem ser administrados para cumprir seus objetivos.

História e origem da administração

Em suma, pode-se dizer que a origem e a história da administração remontam aos primórdios da humanidade. Isso, quando as pessoas tinham que se organizar para tarefas básicas, como coletar alimentos e construir suas casas.

Na era antiga, alguns desenvolvimentos em questões de administração podem ser encontrados no Egito, Grécia, Roma, China, Babilônia e Suméria. Posteriormente, na Idade Média, houve algumas contribuições relacionadas à administração descentralizada do feudalismo, enquanto na Idade Moderna ocorreu a Revolução Industrial, que desempenhou um papel importante na busca de melhorias nos métodos de produção.

Por fim, foi a partir do século XX que a administração se tornou uma ciência formal, destacando, entre outras, as ideias do Fayolismo e do Taylorismo.

Importância da administração

Os principais benefícios ou vantagens que destacam a importância da administração são os seguintes:

1. Favorece o esforço humano

Ajuda a manter um equilíbrio entre eficácia e eficiência. Acima de tudo, compreender que eficiência é conseguir atingir os objetivos propostos e eficiência é atingir os objetivos utilizando o mínimo de recursos possível.

2. Permite medir o desempenho da instituição

Além disso, a administração ajuda a ter indicadores de desempenho e permite que sejam medidos quantitativamente. Que fornece às instituições um conjunto de variáveis ​​objetivas e mensuráveis, que se tornam dados simples e confiáveis ​​que podem ser usados ​​para monitorar o desempenho da instituição.

3. Gera informações e conhecimentos importantes

Também são gerados conhecimentos e informações relevantes sobre a forma correta de utilizar os recursos humanos, intelectuais, materiais, tecnológicos e financeiros da instituição, para que sejam aproveitados ao máximo.

4. Reduzir custos s

Consequentemente, se os recursos são usados ​​de forma eficiente e sua utilização é maximizada, os custos tendem a diminuir, o que favorece o desempenho da organização.

5. Permite o crescimento sustentável

Assim, o aumento da eficiência, o correto cumprimento dos objetivos e metas propostos por uma instituição, dá-lhes a possibilidade de continuar a crescer de forma sustentável ao longo do tempo.

Por que a administração é importante
A importância da administração

Recursos de administração

As características mais importantes da administração são:

1. Universalidade

Já a universalidade está relacionada ao fato de a administração poder ser utilizada em qualquer tipo de instituição ou grupo social. Pode ser uma instituição formal, informal, privada, pública, entre outras. Isso, pois todos desejam atingir seus objetivos utilizando os recursos de maneira correta.

2. É interdisciplinar

Desde então, a administração pode ser relacionada a qualquer ciência que utilize métodos, princípios e processos que fazem com que os recursos sejam utilizados de forma eficiente.

3. É um meio para um fim

Então, a gestão é eminentemente prática, ou seja, é um instrumento que se utiliza para atingir uma finalidade específica, ou seja, cada organização que a aplica busca atingir seus próprios objetivos.

4. Tem hierarquia

Portanto, deve haver uma unidade hierárquica para que funcione, pois deve haver um chefe no comando e uma cadeia de subordinados, para encadear os esforços de todos para o alcance do objetivo comum.

5. Tem unidade temporal

Visto que essa característica estabelece que as etapas do processo administrativo não são realizadas isoladamente, mas que operam simultaneamente por se tratar de um processo administrativo, ele é dinâmico.

6. Sua aplicação é ampla

Assim, a administração pode atuar em todos os níveis da organização, nos quais haja hierarquia, por isso é aplicada tanto por uma dona de casa quanto pelo presidente de uma empresa ou mesmo pelo presidente de um país.

7. É específico

Devemos considerar que a administração está relacionada e é auxiliada por muitas outras ciências e técnicas, mas não pode ser confundida com outras áreas porque tem um caráter específico.

8. É flexível

Acontece que a sua flexibilidade baseia-se no facto de poder ser aplicado em qualquer tipo de organização independentemente da área a que se dedica e se adaptar às suas necessidades, pelo que não pode ser rígido.

Recursos de administração
Recursos de administração

Tipos de administração

Os tipos de administração, dependendo do tipo de organização em questão, podem ser:

  • Público: é responsável pela gestão das instituições do Estado.
  • Privado : É dedicado à administração de entidades privadas que não dependem do Governo.
  • Misto : centra-se na gestão de instituições privadas que recebem apoio do Estado, ou de organizações autónomas onde o Governo tem alguma interferência.

Da mesma forma, a administração pode ser classificada de acordo com a disciplina a ser administrada, que pode ser financeira (no caso de capital), comercial (na área de marketing), processos, recursos humanos, etc.